[Vídeo interativo] Terceirização no serviço público: uma história de terror

fenajufe terceirizacao do servico publico - [Vídeo interativo] Terceirização no serviço público: uma história de terror

[Vídeo interativo] Terceirização no serviço público: uma história de terror

A terceirização no serviço público é um dos mais eficientes mecanismos para quem deseja enfraquecer o sistema de proteção social garantido pelo Estado.

É muito mais uma decisão econômica, a serviço de grupos das elites (financeira, econômica e política), do que ideológica, aplicada por governos e governantes pouco (ou nada) comprometidos com a sociedade.

A ideia é transformar as necessidades da população em lucro para empresários.

É isso que move as decisões de terceirização ou de privatização daquilo que é público.

Essa terceirização nos serviços públicos vem sendo acelerada por projetos governamentais de controle, gestão e organização estatal sob a lógica do “Estado mínimo”, como a Reforma Administrativa – Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020.

O mecanismo esconde muitos dados assustadores. Veja pelo menos dez deles, nesta apresentação em vídeo que a Fenajufe preparou para você:

 

E tem mais (infelizmente)…

Nessa apresentação em vídeo, mostramos apenas dez dos diversos dados assustadores que estão por trás da terceirização no serviço público.

A prática tem efeitos devastadores, pois destrói os direitos sociais, reduz a quantidade de funcionários públicos concursados e acaba com papel protetivo e social do Estado, para beneficiar as elites.

Fica o alerta: não pense que os servidores do Judiciário da União e do Ministério Público da União (MPU) não serão cada vez mais atingidos pela terceirização.

Há uma série de medidas provisórias, projetos de lei e emendas constitucionais em discussão no Congresso Nacional com esse foco – como a Reforma Administrativa (PEC 32/2020), que citamos no início do artigo.

Os setores que tentam acabar com o funcionalismo querem se aproveitar do serviço público para lucrar, mesmo que isso signifique a piora do atendimento à população.

Para proteger nossas carreiras é imprescindível manter nossa unidade. Somente organizados em uma só força conseguiremos pressionar os parlamentares pelo fim da PEC 32/2020.

Siga firme com a Fenajufe. Nossa força é do tamanho da nossa união!

 

 

Compartilhe no Facebook e Instagram